GUIA BIRDWATCHING NA SERRA DA CANASTRA
A Serra da Canastra é um dos principais hotspots para a prática de fotografia e observação de aves no mundo. Além das aves, mamíferos, plantas, amplas paisagens, cachoeiras, gastronomia e cultura popular completam o cenário de um dos principais parques nacionais do Brasil.
MAIS DE 400 ESPÉCIES DE AVES ESPERAM POR VOCÊ
A Serra da Canastra é um dos mais tradicionais destinos de observação de aves do Brasil. Criado em 1972 o parque e entorno conta com mais de 400 espécies de aves oficialmente registradas, incluindo algumas raridades como o pato-mergulhão, galito, andarilho, papa-mosca-canela, tico-tico-de máscara-negra e águia-cinzenta.

Sou condutor credenciado pelo ICMBio para atuar no Parque Nacional da Serra da Canastra, onde trabalho há mais de 10 anos como guia especializado em observação de aves.

Melhor época:
A melhor época para se visitar a região é de setembro a dezembro, quando a maioria das espécies está em plena atividade. Isso aumenta muito conforme as chances de avistamento. Mas mesmo nos meses de inverno é possível ver bastante coisa, como o pato mergulhão, que é melhor avistado entre junho e agosto.

Onde ficar:
O parque possui uma boa estrutura nas cidades em seu entorno. Sacramento, São Roque de Minas e Delfinópolis possuem pousadas voltadas para atendimento dos observadores de aves. A maioria das pousadas da região oferece desconto ou não cobram a hospedagem do guia.

Transporte / estradas:
Sacramento (cidade onde moro) possui uma portaria de entrada para o parque que fica a 60km da área urbana. Você pode chegar de avião até Uberaba (80km de Sacramento) ou Uberlândia (160km) e Ribeirão Preto (190km), posso buscá-lo no meu carro no aeroporto. Uma outra opção é alugar um veículo (de preferência 4x4) em Uberaba / Uberlândia / Ribeirão-Preto e vir dirigindo até Sacramento (posso assumir a direção a partir de Sacramento, ser for sua preferência). A viagem de Sacramento até a entrada do parque (60km) passa pela zona rural do município e oferece boas oportunidades de avistamento, como maracanã-verdadeira, águia-cinzenta, papa-moscas-do-campo e tapaculo-de-colarinho. Dentro do parque as estradas são precárias, mas na época seca (abril a outubro) é possível trafegar com veículo normal em 90% do parque. Na época chuvosa (novembro a março) recomendamos o uso de veículo 4x4. Ofereço transporte em meus veículos 4x4 (Toyota Bandeirante / Suzuki Jimny) cobrando pelo km rodado.

Roteiros:
Os roteiros são personalizados, montados de acordo com a lista de espécies que você pretende ver. Tudo é pensado de forma a oferecer as melhores possibilidades de avistamento. Se você não for focado em lifers, a região oferece grandes oportunidades de contemplação e fotografia de paisagens, animais e plantas do cerrado.
ALGUMAS ESPÉCIES NOTÁVEIS ENCONTRADAS NA SERRA DA CANASTRA
O Parque Nacional da Serra da Canastra constitui um reduto para aves e outros animais cujo habitat se encontra cada vez mais reduzido.
Galito (Alectrurus tricolor)
Notável tiranídeo tipico dos campos naturais do Brasil. A Serra da Canastra é o melhor local para se fotografar essa espécie.
Lobo-guará (Chrysocyon brachyurus)
Espécie em perigo de extinção, a Serra da Canastra abriga a maior população de lobos-guará do mundo.
Águia-cinzenta (Urubitinga coronata)
Uma das mais poderosas águias do mundo, ainda sobrevive na Serra da Canastra.
Pato-mergulhão (Mergus octosetaceus)
Uma das espécies mais raras e ameaçadas do mundo, com uma população estimada em torno de 200 indivíduos, cuja maior parte sobrevive na Serra da Canastra.
QUERO CONTRATAR UM PASSEIO!
Entre em contato para receber uma proposta personalizada