Aves de Sacramento

Sacramento é uma cidade mineira localizada no antigo Sertão da Farinha Podre, atualmente conhecido como Triângulo Mineiro, uma mesopotâmia banhada pelos ribeirôes Borá e Rifaininha. O município fica numa região de transição entre os biomas cerrado e mata mata atlântica e constitui-se em um grande repositório de espécies belas e raras da fauna e flora brasileiras.

Na cidade de quase duzentos anos, e que ainda preserva resquícios de sua antiga arquitetura arquitetura, com ruas de paralelepípedos, palmeiras nos canteiros que dividem as vias, casarões coloniais e população acolhedora, é fácil observar inúmeras espécies mesmo no perímetro urbano.

Em terras sacramentanas encontramos desde o pequeno e delicado beija-flor bico-reto-azul (Heliomaster fucifer) nas florestas úmidas ao longo das margens do Ribeirão Borá, à majestosa e imponente Ema (Rhea americana) -maior ave da América do Sul, e uma das maiores do mundo - correndo livre pelos campos abertos das áreas de cerrado que ainda persistem no município.

Sacramento abriga, ainda, espécies emblemáticas como o encantador Soldadinho (Antilophia galeata) que aparece riscando as sombras das matas-de-galeria com seu ‘cabelo’ de fogo; o fura-barreira (Helicryptus rectirostris) cujos hábitos sorrateiros, vivendo sempre em meio a parte mais baixa e escura da floresta o tornam uma das espécies mais difícieis de se fotografar; os bandos de dourados e chilreantes canários-da-terra, antes tão perseguidos e agora comuns até mesmo dentro da zona urbana, o raro e ameaçados galito (Alectrurus tricolor); o andarilho (Geositta poeciloptera) que misteriosamente aparece nas áreas recém queimadas nos meses de agosto e setembro, o encantador campainha-azul (Porphyrospiza caerulescens) comum nas bordas de cerrado remanescentes no entorno da cidade; e talvez, a espécie mais conhecida por sua raridade, o pato-mergulhão (Mergus octoscetaceos), encontrado nas águas límpidas dos ribeirões encachoeirados da região do Caxambu. Além destes, um sem número de saís, saíras, sanhaços, tucanos, beija-flores de plumagem colorida e exuberante beleza estética.

Acordar de manhã ouvindo o canto da siriema (Cariama cristata), o matraquear das maritacas, a melodia harmoniosa dos papa-capim (Soporophila nigricollis) é privilégio dos que residem nessa cidade interiorana que soube preservar as dádivas que a natureza lhe proporcionou. Em meio a confusão do centro na rotina do dia-a-dia, vez ou outra os tucanos pousam satisfeitos nas árvores da Praça da Matriz tornando-se enfeites naturais com seus bicos amarelo-ouro.

Venha conhecer as belezas de Sacramento, banhar-se em suas águas e observar as suas aves. Depois desta experiência olhará diferente para o céu e para todo pássaro que passar saltitante pelo seu caminho, depois de um canto irá procurar entre as copas das árvores o cantor responsável, e mesmo que não conseguir encontrá-lo saberá que ali mora um passarinho.

Veja o álbum de fotos de aves de Sacramento

Baixe a lista de aves de Sacramento

AnexoTamanho
aves_sacramento_AAbdala.pdf51.18 KB